27 julho 2015

Livro Favorito - 1° Parte (Pollyanna)

Hola muchachas !!!

Para quem não sabe dia 25 de Julho é comemorado o dia do escritor, acho válido que esta data seja lembrada e comemorada, porque o que seria das nossas vidas sem um livro?

“Tá” eu sei que muitas pessoas não são adeptas a leitura, por não ter paciência, por dá sono... Enfim, só sei que eu não consigo imaginar minha vida sem a leitura. Eu amo ler,  acho que estimula a criatividade e imaginação, por isso incentivo o meu filho, deste pequeno, ter o costume de ler.

Então em “homenagem” rs, esta semana vou postar , dividido em 5 partes os meus livros favoritos, que de alguma forma ajudaram na minha vida, seja com uma risada, na imaginação, nos sonhos ou como um auto ajuda.

E para começar, vou falar do meu favorito,  meu TOP 1 no requisito leitura, meu queridinho, que é Pollyanna.

O livro Pollyanna, possuí duas edições: Pollyana Menina e Pollyana Moça.


Vamos as Sinopses:


Pollyanna Menina

Órfã, Pollyanna vai morar no interior com a severa tia Polly. A menina costuma praticar o estranho jogo do contente, que aprendeu com o falecido pai. Mesmo em situações ruins, ela encontra motivos para ser feliz e contagia a todos com seu otimismo. Certo dia, Pollyanna é atropelada e corre o risco de ficar paralítica. Todos os seus amigos vão visitá-la. Esse acidente acaba transformando também a vida da tia Polly.






Pollyana Moça

Pollyanna cresceu. É agora uma encantadora adolescente, amada por todos os que com ela aprenderam o famoso 'Jogo do Contente'. Sua fama de pessoa especial vai além dos limites de Beldingsville, a cidadezinha onde vive com a Tia Polly. Pollyanna recebe um convite especial para passar uma temporada em Boston. Alguém de lá precisa muito dela. Nesta continuação de suas aventuras, Pollyanna não irá apenas conviver com pessoas fascinantes e conquistar novas amizades, mas também encontrará o amor e conhecerá a inquietação, as dúvidas e as emoções de tirar o fôlego pelas quais passam todas as jovens apaixonadas.




Sobre a Escritora:

Eleanor h. Porter - Foi uma romancista estadunidense. Sua obra mais famosa foi Pollyanna, de 1913.



Minha opinião

Amooo este livro!! <3

Ele me mostra uma visão melhor do mundo, como quando damos tanto valor para as coisas que não temos e que jugamos ser necessário para sermos felizes.

Quando estou um pouco para baixo, lembro-me da história de Pollyanna e do seu jogo do Contente, seria ótimo se todos conhecessem e praticassem o jogo do Contente.

Sobre o jogo do contente é o seguinte... Bem, Polly aprendeu este jogo com o seu Pai, que é de encontrar alegria em coisas simples e até nas ruins. 

Um exemplo: Polly quebrou a perna...  Se é com você uma criança cheia de alegria e saúde que quer correr e brincar, como você se sentiria? Triste e incomodado no mínimo, mas com este jogo você tem que encontrar a felicidade nos fatos ruins! Então, que bom que quebrei a perna e não o braço, pelo menos posso brincar de boneca, ler e escrever...
Quanto pior a situação melhor o jogo fica, pois te desafia a encontrar a alegria.

Ele tem uma linguagem um pouco antiga, acho que dá para se ter uma noção pelo ano em que a Eleanor publicou sua obra.

Uma coisa que acontece muito comigo é de começar a ler a continuação dos livros e não o primeiro para depois o segundo. Com Pollyanna aconteceu assim, li a Moça (Original), fiquei apaixonada e procurei o “menina”, mas até então não consegui encontrar :( , comprei uma versão mais atualizada, de bolsa (O da foto acima), amei ambos, mas ainda procuro o original menina. <3 

Lembro que li este livro na época de escola e o guardo como fosse o meu tesouro até hoje! Super recomendo!!!

Se gostou da História e se interessou, na internet você consegue encontrar versões em PDF para Downloads.

Beijooos e até a próxima!!